Últimas Notícias

Bellucci não passa da estreia em Santo Domingo

Logo em seu primeiro jogo no challenger de Santo Domingo, Thomaz Bellucci se despediu do torneio dominicano. Bellucci caiu diante do croata Nino Serdarusic, jovem de 21 anos e 220º do ranking, por 7/6 (7-5) e 6/4 em 1h49.
 
Bellucci tem na temporada uma vitória no ATP de Buenos Aires e venceu outros 16 jogos em torneios de nível challenger. O paulista de 30 anos, que já foi número 21 do mundo, aparece atualmente no 255º lugar do ranking mundial e não tem pontos a defender até o final do ano.
 
Depois de chegar às quartas de final em Campinas na semana passada e de atuar na capital dominicana, Bellucci não atua em torneios da semana que vem. Depois disso, o canhoto de Tietê volta ao saibro sul-americano em Lima (Peru), Guayaquil (Equador), Montevidéu (Uruguai) e Buenos Aires (Argentina).
 
O Brasil já tem um representante nas oitavas, o paulista Rogério Dutra Silva, que venceu o espanhol Mario Vilella Martinez por 6/1 e 6/3 nesta segunda-feira. Seu próximo adversário virá da partida entre o argentino Federico Delbonis e o dominicano Victor Estrella Burgos.
 
Quem estreia nesta terça-feira é Thiago Monteiro. O cearense é cabeça 6 do torneio e 114º do ranking. Ele entra em quadra a partir das 18h (de Brasília) para enfrentar o dominicano José Hernandez Fernandez, 272º do mundo.
 
Bellucci criou oito oportunidades de quebra durante o set inicial, em que o rival colocou apenas 50% de primeiros serviços em quadra. O paulista, entretanto, aproveitou apenas uma dessas chances de quebra e perdeu o saque no único break point que enfrentou. Embora começasse em vantagem no tiebreak, o ex-top 30 perdeu três pontos seguidos e cometeu seis erros não-forçados durante o game-desempate da parcial.
 
Ainda que Serdarusic permanecesse instável em seu saque, novamente com apenas 50% de primeiros serviços em quadra, Bellucci seguia com dificuldades para quebrar o saque de seu adversário. O paulista só teve um break point, mas não o aproveitou. Com o placar empatado por 3/3, Bellucci estava próximo de confirmar o saque, mas fez uma dupla falta e cometeu erros não-forçados que permitiram uma quebra ao rival, que não teria mais o saque ameaçado até o fim do jogo.